PROJETO BRASIL

contato@projetobrasil.net.br

  BENVINDOS AO SITE DO PROJETO BRASIL - WELCOME TO THE PROJETO BRASIL SITE

 O PROJETO BRASIL É UMA MENSAGEM DE ESPERANÇA COM PROPOSTAS CONCRETAS PARA CONSTRUÇÃO DE UMA NOVA REALIDADE, A PARTIR DA FORMAÇÃO DE UMA NOVA CONSCIÊNCIA INDIVIDUAL

"MUDA TEUS HÁBITOS E OS NOVOS HÁBITOS ACABARÃO POR TE MUDAR"

 

HALITOSE - Porque temos mau hálito e o que se pode fazer para resolver o problema – fonte sapo.pt

O mau hálito pode ter um impacto devastador na vida das pessoas. Quem o garante é o médico Jonas Nunes, diretor da primeira unidade hospitalar de halitose da Europa, em Barcelona, que identificou as diferentes causas e os tratamentos deste problema.

Ter mau hálito não é apenas uma situação desconfortável e pode afetar a qualidade de vida das pessoas. Vários estudos mostram que a halitose tem um impacto negativo na vida social, aumenta os níveis de ansiedade e de stresse e interfere com as relações interpessoais. Além disso, diminui a autoestima e a confiança, e há até quem sofra de bullying por ter este problema.

De acordo com Jonas Nunes, diretor da primeira unidade hospitalar de halitose na Europa, no Hospital Teknon, em Barcelona, foram já reportados casos de pessoas que cometeram suicídio e que, em vida, identificaram o mau hálito como a sua maior perturbação, segundo consta na base de estudos científicos PubMed.

Naquele centro, que dirige desde 2007, o especialista recebe amostras de hálito (cromatografia gasosa) de pacientes de todo o mundo. Jonas Nunes é também diretor do Instituto do Hálito, igualmente com sede em Barcelona, e com consultas em Portugal.

Num estudo conduzido por este instituto durante cinco anos, que envolveu mais de três mil pessoas, com consultas em Lisboa, Porto e Faro, que se queixavam deste problema, concluiu-se que o mau hálito tem maior prevalência em pacientes com idades entre os 36 e os 45 anos e que a diferença de género não tem relevância. Mais de metade dos participantes referiu lavar os dentes entre duas e três vezes por dia. Quanto à limpeza da língua, que influencia o desenvolvimento de mau hálito, 59,8% afirmaram escovar a língua com a escova dos dentes e apenas 5,8% mencionaram fazê-lo com um raspador lingual.

A VISÃO Saúde esteve à conversa com o especialista (já tratou mais de 9 mil pacientes de mais de 90 países), que explicou as várias causas da halitose e alguns dos tratamentos possíveis para este problema.

CAUSAS

 

Boca

A origem oral mais frequente do mau hálito é a saburra lingual, ou seja, uma massa composta por células descamadas da boca, bactérias, muco da saliva e restos alimentares que aderem à superfície da língua.

Esta situação pode ser consequência de uma língua anatomicamente mais propensa a esta condição, como papilas linguais em maior número e de maior dimensão.

No entanto, de acordo com Jonas Nunes, existem outras causas, como problemas nas gengivas e nos dentes – neste caso, a intensidade e frequência do mau odor são proporcionais à gravidade da doença.

Entre os sinais de alerta estão o sangramento gengival, o progressivo aumento de espaços entre os dentes e a mobilidade dentária.

Também a hipossalivação é uma das causas do mau hálito e pode ser indicadora de várias doenças autoimunes, sistémicas e metabólicas.

Tubo digestivo

De acordo com Jonas Nunes, as halitoses com origem no tubo digestivo ocorrem com pouca frequência, mas podem ser indicadores de algumas doenças.

Entre estas o refluxo gastroesofágico.

Muitas pessoas pensam que este problema é apenas um sinal ou sintoma, mas é uma doença e pode manifestar-se através do mau hálito, diz o médico.

Também o odor pode ser sinal de úlceras gástricas que provocam sangramento, por exemplo.

Fatores como a obesidade, a diabetes e o tabagismo aumentam a probabilidade de se vir a ter a doença do refluxo gastroesofágico.

O tipo de odor de quem sofre destas halitoses é ácido, e, entre os fármacos mais efetivos para o tratamento deste mau hálito, estão, segundo o especialista, os inibidores da bomba de prótons (omeprazol, pantoprazol, rabeprazol e outros), ingeridos uma ou duas vezes ao dia.

Via sistémica

Neste caso, o mau hálito resulta de fenómenos metabólicos, fisiológicos ou patológicos que ocorrem a partir do funcionamento interno do organismo.

A alimentação, por exemplo, pode causar halitoses e, apesar de a reação aos alimentos variar de pessoa para pessoa, os mais associados à produção de mau odor são, segundo Jonas Nunes:

- as carnes vermelhas

- alguns peixes (sardinha ou carapau)

- alguns vegetais (alho, cebola, alcachofra, couve, couve-flor, repolho, brócolos e azeitonas)

- laticínios (leite, queijo e manteiga), alimentos gordurosos, bebidas alcoólicas, condimentos, ovos, maionese, chocolate e frutas como o durião.

Também a ingestão de café pode provocar halitoses, pelas suas características desidratantes para a saliva.

Os jejuns prolongados também podem desencadear este problema e o mesmo se passa com o consumo de alguns medicamentos com odor forte.

No entanto, não representam riscos significativos para a saúde, diz o médico.

Há outras patologias menos frequentes – e mais graves – que causam mau hálito intenso, como as doenças hepáticas, renais e metabólicas.

Aparelho respiratório

 

O mau hálito pode ser provocado por problemas como rinossinusite (também conhecida como sinusite) ou as amigdalites.

A primeira é uma doença inflamatória e o odor desagradável pode estar associado à respiração bucal, obstrução nasal, rinorreia posterior, desvio do septo nasal e expetoração.

Já em relação à inflamação das amígdalas, pode causar halitose quando ocorre a produção de depósitos amarelo-esbranquiçados conhecidos por caseum.

Em ambos os casos, o odor é, de acordo com o especialista, “um cheiro com origem bacteriano, sendo mais ‘putrefacto’ no caso das rinossinusites, e mais semelhante a ‘fezes’ no caso das amigdalites”.

Para as rinossinusites, o médico aconselha lavagens nasais regulares com soro fisiológico.

Quanto às amigdalites, muitas vezes são tratadas com cirurgia, para as reduzir ou remover.

Origem psicológica

Há mau hálito causado por níveis de ansiedade e stresse muito elevados, já que fazem com que haja um decréscimo de secreção salivar que origina alterações de paladar, dor e sensação de ardor bucal.

Também existem halitoses irreais, que se associam a doenças obsessivo-compulsivas, como é o caso da halitofobia.

TRATAMENTOS

 

Para cada causa de halitose existe uma terapêutica específica.

Um elixir de uso oral não age sobre um cheiro decorrente de uma sinusite, tal como um antibiótico não trata o mau hálito provocado por alimentos.

Medicamentos - Há substâncias ativas que acabam com as bactérias que provocam o problema e outras que estimulam a função salivar

Intervenção cirúrgica ou higiénica - É o caso da remoção das amígdalas ou a limpeza dos dentes

Prevenção - Abstinência de alimentos que podem desencadear o mau hálito e lavagem nasal

 

MITOS E VERDADES

 

Há um elixir que cura? E há muitos casamentos afetados?

Bactéria produtora de mau hálito - É um mito. Segundo Jonas Nunes, não existe, como muitos referem, esta bactéria. Há, no entanto, um conjunto de problemas que causa mau hálito

 

Elixir que cura o mau hálito - A existência de um medicamento que resolve todo e qualquer mau cheiro da boca é totalmente falso, segundo o especialista

 

Divórcios e menos promoções - É verdade que o mau hálito pode ter impacto na vida pessoal e profissional, garante o médico. Muitos pacientes referem terem sido preteridos em promoções no emprego ou as suas relações terem acabado em divórcio


VAMOS REPENSAR NOSSA CULTURA,  NOSSO PAÍS E  NOSSO MUNDO?

Por que temos que viver permanentemente ameaçados pela violência, cada vez maior, que assola as grandes cidades?

Por que temos que adotar um estilo de vida consumista que está destruindo os recursos do planeta?

Por que temos que aceitar trabalhar um vida inteira e vivermos o pouco que nos restará  com uma aposentadoria miserável? 

Por que temos que chegar a matar ou morrer torcendo por um clube que nem sabe que existimos?

Por que somos tão alienados?

Por que precisamos de leis para nos proteger dos perigos do excesso de velocidade?

Por que tentamos enganar os "pardais" que têm o objetivo de proteger nossas vidas?

Por que somos tão irracionais?

Por que ingerimos alimentos e bebidas que sabemos nocivos à saúde?

Por que muitos médicos fumam e morrem de enfarte?

Como cuidarão de nossa saúde se não têm competência para cuidarem-se de si mesmos?

Por que matamos animais (coelhos, galinhas, bois, porcos, etc) para  comer sua carne?

Por que somos tão bárbaros e tão covardes?

Por que fazemos questão de manter vivas pessoas vegetando, às vezes por anos sobre uma cama, em vez de adotarmos a eutanásia?

É um procedimento egoísta e desumano mas muito lucrativo para os médicos, hospitais e laboratórios!

É isso que queremos para nós? Onde está nossa compaixão?

Por que muitos se envolvem com drogas sabendo que é um caminho sem volta?

Por que destruímos nosso pulmão fumando ou o nosso fígado ingerindo bebidas alcoólicas?

Por que somos tão incompetentes para administrar a saúde que é nosso maior patrimônio?

Por que consumimos peixes que vêm do mar, verdadeiro esgoto da humanidade, entulhado de lixo, dejetos e mortos de todas as espécies, inclusive pessoas?

Por que muitas pessoas têm satisfação em assistir uma luta de boxe?

Por que consumimos a violência que nos fornecem pela televisão? 

Por que somos tão violentos?

Por que tantas pessoas voam de ultraleve ou asa delta numa demonstração de total desprezo pela própria vida?

Por que são tão imbecis?

Por que jogamos lixo nas ruas e avenidas?

Por que levamos cães para fazer as necessidades nas ruas sujando as calçadas por onde transitam crianças?

Por que somos tão porcos?

Por que privamos os pássaros da liberdade colocando-os nas gaiolas?

Por que somos tão monstruosos?

Por que os jogos de videogame plantam a violencia na vida de crianças e adolescentes?

Por que as autoridades gastam recursos para instalar a fiscalização eletrônica nas rodovias e depois gastam mais dinheiro colocando avisos onde se encontram os radares, anulando assim o objetivo principal, que é reduzir acidentes e proteger nossas vidas?

Por que são tão incompetentes?

Por que a mídia faz propaganda gratuita de organizações criminosas divulgando suas siglas até então desconhecidas?

Por que também divulgam como a polícia desvendou um crime ou prendeu um assassino?

Por que a TV serve de instrumento para divulgação e propagação da maldade, do crime e do vício através de filmes e novelas?

Por que os meios de comunicação praticam ações tão perniciosas e estúpidas? 

Por que os fabricantes de motos continuam produzindo equipamentos com banco de carona que facilita a execução de assassinatos?

Por que os fabricantes só pensam no maldito dinheiro em vez de se preocupar em participar ativamente na diminuição da violência?

Por que são tão gananciosos?

Por que quem menos pode é que tem mais filhos, gerando uma infinidade de pessoas infelizes?

Por que gastamos tempo falando, gritando, esbravejando, xingando o governo em vez de trabalharmos organizada e inteligentemente na transformação da triste realidade em que vivemos?

Nada vai mudar neste país enquanto as pessoas de bem não saírem da imobilidade, se  conscientizarem de sua  responsabilidade e sua força e fizerem sua parte!

contato@projetobrasil.net.br 

COMPORTAMENTO RACIONAL

A construção de uma sociedade de paz, mais generosa, solidária e feliz começa dentro de cada um de nós começando pela aceitação de que somos parte do problema e temos que ser parte da solução alterando profunda e radicalmente nossas convicções e adotando um Comportamento Racional.

Este é o único caminho para a combater a maldade, violência, corrupção, alienação e escravidão em que estamos mergulhados

1 - Adotar alimentação e estilo de vida saudável 

2 - Não fumar nem beber sistematicamente

3 - Não criar de cães de raça. A crianças indefesas são as maiores vítimas

4 - Não consumir nenhum estimulante

5 - Não soltar balões

6 - Respeitar as leis de transito, principalmente os limites de velocidade

7 - Não jogar lixo nas ruas e praças nem levar animais que lançam excrementos nas mesmas

8 - Não consumir carne animal

9 - Nunca se envolver em atividades ilícitas

10 - Não gastar dinheiro com animais de estimação

11 - Não manter pássaros nem outros animais em cativeiro

12 - Não dirigir após beber, mesmo socialmente

13 - Sempre cumprir suas obrigações e responsabilidades familiares

14 - Nunca abandonar os filhos ou a esposa/companheira, nem os deixar passar necessidades

15 - Nunca agredir uma mulher ou uma criança nem qualquer pessoa

16 - Não assistir filmes de violência

17 - Não assistir filmes de sexo na presença de crianças

18 - Não comprar revistas de mulheres nuas

19 - Não assistir programas de TV de baixo nível cultural

20 - Não ser torcedor ativo de clubes esportivos nem fazer parte de torcidas organizadas

21 - Não enganar o patrão consumindo seu tempo de trabalho com assuntos fora de suas atividades durante o expediente

22 - Não explorar o empregado exigindo o máximo e pagando o mínimo

23 - Não enganar seus semelhantes para obter vantagens de qualquer espécie

24 - Fazer exames preventivos anuais

25 - Ter consciência de que pode contribuir para um mundo melhor através de seu comportamento e suas atitudes

26 - Respeitar as minorias étnicas e sociais

27 - Ser amoroso com pais, filhos e esposa/companheira

28 - Não perder seu tempo com atividades frívolas

29 - Ter personalidade e não fica copiando os modismos tipo tatuagem, piercing, etc

30 - Não participar de nenhuma religião ou sociedade secreta

31- Ter consciência ecológica e se empenhar em defender o meio ambiente

32 - Não fazer parte de clubes de caça, nem pesca

33 - Não cultivar sentimentos negativos como ódio, vingança e ciúme

34 - Ser uma pessoa generosa, capaz de sacrifícios pelo seu semelhante

35 - Não subornar autoridades (ex. guarda de transito)

36 - Não ficar preocupado em descobrir onde tem vigilância eletrônica nas estradas para desrespeitar os limites de velocidade sem ser multado

37 - Não possuir nem guarda armas de qualquer espécie

38 - Ser a favor da proibição de fabricação e comercialização de armas

39 - Não praticar esportes radicais

40 - Não dar esmolas

41 - Não desempenhar atividades policiais

42 - Não dar sustentação financeira a programas de baixo nível cultural através de ligações telefônicas que resultarão em lucro para as emissoras de TV

43 - Não assistir novelas nem permitir que seus filhos assistam

44 - Não consumir  nem divulgar musica marginal

45 - Não traficar drogas

46 - Não andar de motocicleta

47 - Ser a favor da pena de morte para crimes hediondos

48 - Ser a favor de colônias agrícolas para presos, sem direito a visitas

49 - Não ter comportamento violento

50 - Sempre procurar resolver todas as questões com diálogo

 

 

 



-->